07 de Abril – Dia Mundial da Saúde

Alerta de chamado da Frente Nacional contra a Privatização da Saúde para o dia 07 de Abril – Dia Mundial da Saúde!

ENESSO apoia a chapa 1 CFESS “Melhor ir a luta: Com raça e classe em defesa do Serviço Social”

Como é de conhecimento de todas/os, as Eleições para o Conselho Federal de Serviço Social e dos Conselhos Regionais de Serviço Social acontecerão de 10 a 12 de março de 2020. 

Vivemos atualmente uma conjuntura de diversos ataques do Governo Bolsonarista à classe trabalhadora e aos estudantes brasileiros, que se expressam por meio do entreguismo ao Capital estrangeiro, aumento do desemprego e precarização do trabalho, escândalos e fraudes no ENEM 2019, dentre tantas outras expressões dos retrocessos promovidos pela atual gestão. 

Além disso, o crescimento do Serviço Social Libertário manifesta-se como uma das facetas do avanço do conservadorismo em nosso país, propondo a retomada da categoria à bases teóricas já superadas internamente, sobretudo após o Congresso da Virada, e promovendo um movimento de deslegitimação do Conselho e do próprio Código de Ética profissional.

Tendo em vista essa conjuntura que se acirra e escancara cada vez mais o processo mercantilizador e privatizador sofrido pelo trabalho e educação, nota-se cada vez mais a necessidade de construirmos um movimento estudantil forte que, em consonância com o movimento geral da classe trabalhadora, possa dar respostas e apontar alternativas radicais ao que está colocado.  

Acreditamos que a ENESSO é um instrumento para aglutinar as estudantes e a categoria, tendo em vista que o MESS tem se colocado na trincheira das lutas mais gerais da classe trabalhadora, assumindo um protagonismo e um compromisso ético-político de grande relevância para as lutas no campo da esquerda.

 Coordenação Nacional da ENESSO declara apoio à Chapa 1 do CFESS ‘Melhor ir à luta: com raça e classe em defesa do Serviço Social’ e convoca as Coordenações Regionais a declararem apoio público às chapas de continuação da atual gestão nos respectivos CRESS.

@melhoriraluta

Novembro Negro

20 de novembro Dia Nacional da Consciência Negra, um dia de reflexão acerca da força, luta e resistência da população negra no Brasil. A data faz referência à morte de Zumbi — líder do Quilombo dos Palmares — em 1695 e foi instituída oficialmente por meio da Lei n° 12.519/2011.

A ENESSO entende que a luta antirracista é um exercicio diario e fundamental para nossa vida e futura profissão com base na nos princípios éticos-políticos. Pela centralidade do debate sobre as relações étnico-raciais em nossa formação!

Confira nossa campanha aqui

Relatoria ENESS Gralha-Azul 2019

Saiu a relatoria do XL Encontro Nacional dos Estudantes de Serviço Social 2019 (clique para acessar)

Design sem nome.png

Boletim informativo sobre a atuação da ENESSO na FNCPS

A Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social/ENESSO em a público divulgar um importante material orientado ao fortalecimento do Movimento Estudantil de Serviço Social no campo da vinculação com as lutas atreladas aos interesses da classe trabalhadora.

Elaborado em conjunto pela última representação da ENESSO na Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde e anterior Coordenação Nacional da ENESSO “Quando resistir faz parte da estrada, é tudo ou nada” (2018/2019). a gestão atual da CN “Somos sementes: se o presente é de luta, o futuro nos pertence” (2019/2020) referenda esse boletim informativo que reúne repasses e orientações acerca da atuação da nossa Executiva na Frente. Convocamos a todas e todos a dar ampla divulgação a essa primeira edição do boletim, bem como do formulário disponível aqui

Esse formulário objetiva mapear a atuação de estudantes de Serviço Social em suas bases junto aos fóruns vinculados a Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde.
De modo geral o boletim se pretende uma contribuição para subsidiar os debates, estudos, planejamentos e ações do MESS na defesa das lutas pela saúde pública, 100% estatal e gratuita.

Saudações!

CADERNO ENESSO EM VERSOS 2ª EDIÇÃO

Antes de qualquer coisa, o início deve ser de agradecimentos! Cada contribuição para esta nossa publicação enche quem lê de emoção. Não é à toa que a Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social trabalha com o eixo de cultura.

CADERNO

Retomando Gramsci, sabe-se o que significa a cultura: um conjunto de costumes, cultura, tradições, arte, que servem à reprodução da hegemonia, ou à construção de uma contra hegemonia. Acreditamos na potência da arte para promover a reflexão sobre a realidade.

Assim, desde maio de 2019 fizemos uma chamada à estudantes de Serviço Social de todo Brasil, na expectativa de gerar uma coletânea de poemas e poesias que contribuíssem, principalmente, para falar da negra, do negro e da superação da sociedade capitalista de exploração e opressões de gênero, classe e raça/etnia.

 

Desejamos que esta produção seja popularizada nos espaços do Movimento Estudantil e cumpra seu papel, de socializar o trabalho produzido no coletivo.

É de grande alegria para nós ter encerrado a gestão apresentando após 5 anos, este produto que foi tão esperado pelas estudantes: a Segunda Edição da ENESSO em Versos.

CADERNO ENESSO EM VERSOS 2ª EDIÇÃO

“Quando resistir faz parte da estrada, é tudo ou nada!”
Coordenação Nacional da ENESSO – gestão 2018/2019

INSCRIÇÕES PARA O ENESS GRALHA-AZUL

ATENÇÃO ESTUDANTES DE SERVIÇO SOCIAL!!

INSCRIÇÕES ROLANDO!!!

Inscrição completa – 1º lote: 110,00; 2º lote: 130,00
Alimentação + programação – 1º lote: 95,00; 2º lote: 115,00
Alojamento + programação – 1º lote: 80,00; 2º lote: 100,00
Só programação** – 1º lote: 10,00 POR DIA

Banco Bradesco Kássia Lorena Fernandes Cordeiro CPF: 085.292.289-28 Agência 5755 Cc 0083353-3

ATENÇÃO!!! As inscrições terão dois lotes de preços. O primeiro lote irá até dia 24 de junho e o segundo até dia 8 de julho.

**Esta modalidade foi pensada para as/os estudantes locais que trabalham durante o dia poderem participar no encontro conforme sua rotina, a fim de fortalecer localmente o movimento estudantil de serviço social, ATENÇÃO está modalidade não contém alimentação.

Bora fazer a inscrição: https://docs.google.com/…/1FAIpQLSdZ-rsNrZlr-yhIk8…/viewform

Para mais informações siga nosso instagram: https://instagram.com/eness.gralhaazul?igshid=1w6jsmp39pdpa

ENESSO EM VERSOS 2ª EDIÇÃO

No 39º Encontro Nacional de Estudantes de Serviço Social – ENESS Triângulo, a convidada Ana Julia Dias nos lembrava: “Cultura popular é dar voz ao povo que muitas vezes é silenciado. É Instrumento da classe para a classe”.

A gestão 2018/2019 da Coordenação Nacional da ENESSO, tem a alegria de chamar as estudantes e os estudantes à enviar poemas e poesias de sua autoria ou outra para compor a nova edição da ENESSO em Versos.

Tendo em vista a concepção de cultura para enfrentamento às opressões da classe trabalhadora, convidamos as estudantes à destacar o protagonismo negro e indígena nos poemas.

As poesias/poemas/versos devem ser encaminhadas até 30 de junho para o e-mail: enessooficial@gmail.com, com o assunto “ENESSO EM VERSOS 2ª EDIÇÃO”

MOSTRA TUA ARTE!

XLI ENESS “Gralha-Azul: as rosas da resistência nascem do asfalto”

CARTA CONVOCATÓRIA

É com imensa satisfação e alegria que a coordenação nacional da ENESSO junto as discentes ABEPSS, Coordenação Regional, Comissão organizadora local e os centro acadêmicos de serviço social de Curitiba vem por meio desta convocar todas e todos as/os estudantes de Serviço Social para somar e resistir no XLI ENESS “Gralha-Azul: as rosas da resistência nascem do asfalto”, que será realizado na cidade de Curitiba/Paraná do dia 15 ao 19 de julho, se materializando na escola que vai sediar – colégio Estadual Paulo Leminski – Rua Cel. Augusto de Almeida Garret, 135 – Tarumã.

O ENESS, conforme exposto no estatuto da Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social-ENESSO, “é a instância máxima de deliberação do Movimento Estudantil de Serviço Social e tem por objetivo reunir anualmente as/os estudantes de todo o país” (2013, art.6, p.9).

Ao longo do encontro serão discutidos a revisão estatutária e temas relacionados à conjuntura, formação profissional, movimento estudantil, universidade e educação, cultura, combate às opressões e outros temas relevantes ao Serviço Social, previamente definidos no Conselho Nacional de Entidades Estudantis de Serviço Social (CONESS).

A ENESSO enquanto estrutura política e organizativa das/os estudantes de Serviço Social no Brasil, ao longo da sua história e acúmulo político, tem em seu Estatuto os reflexos dos amadurecimentos organizativos da mesma.

A conjuntura política, social e cultural exige necessárias reorganizações dessa Executiva que, preocupada e atenta à realidade, traz necessárias modificações para seu Estatuto que é base solida e legítima para sua organicidade. Desse modo, atualmente, de três em três anos ocorre o que chamamos de ENESS Estatutário com a finalidade de revisão do Estatuto da ENESSO. A última revisão estatutária aconteceu em 2013 na Universidade Federal do Mato Grosso – Cuiabá. No ENESS Candango em 2016 não houve a revisão do Estatuto, logo estamos 05 anos sem revisá-lo.

O XLI ENESS “Gralha- azul: as rosas da resistência nascem do asfalto” deve ser um espaço político-pedagógico para se pensar a estrutura política e organizativa da ENESSO.
Diante a conjuntura política e social posta podemos refletir sobre inúmeros elementos para avançarmos ainda mais num projeto da ENESSO anticapitalista, antirracista, antipatriarcal, articulando junto aos movimentos sociais em um projeto social alinhado com a luta da classe trabalhadora.

Como símbolo de resistência e de luta o XLI ENESS terá como tema: “Gralha-azul: as rosas da resistência nascem do asfalto” sendo a Gralha-azul um pássaro paranaense, que
enterra o pinhão no solo nascendo assim uma araucária (árvore) com diversos outros pinhões, sendo seu ciclo de vida. Ela não pode viver em cativeiros e necessita viver em grupo, realizamos a analogia que somos gralhas-azuis também, não podemos viver presos e sentimos ânsia de viver em coletivo.

“As rosas da resistência nascem no asfalto” traz consigo o peso das palavras de Marielle Franco, mulher negra lésbica, que batalhou durante sua vida por um mundo com ideais emancipatórios. Por mais que o solo não esteja fértil, rosas nascem dele. Não há nada que nos impeça de ser resistência. Marielle presente!

O encontro é de extrema importância na formação política e profissional de todas/os estudantes, tendo em vista o acumulo teórico e político que o MESS construiu historicamente ao longo dos anos, a formação da nossa categoria se realiza para além dos muros universitários, é na rua e na luta junto a classe trabalhadora que a resistência se materializa, bem como nos espaços de construção da ENESSO.

Neste sentido, sugerimos que se articulem com seus centros e/ou diretórios acadêmicos, com as Coordenações Regionais e com Representantes Discentes Regionais, Nacionais da ABEPSS pois nossa construção é coletiva e só juntas/os não arredamos na busca de uma nova ordem social.

Pois como já dizia Paulo Freire ninguém liberta ninguém. As pessoas se libertam em
comunhão.

Conforme deliberação do CONESS o XLI ENESS “Gralha-azul: as rosas da resistência nascem do asfalto” ocorrera em dias de semana para que a viagem das/os estudantes possa ser feita nos finais de semana, assim ocupando menos dias úteis.

Aguardamos todas e todos companheiros no encontro,
Hasta la victoria siempre!

IMG-20190424-WA0013.jpg

NÃO AO CORTE NA EDUCAÇÃO

corte.jpgA Coordenação Nacional da ENESSO/Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social, gestão 2018/2019 “Se resistir faz parte da estrada: é tudo ou nada!” e as discentes nacionais em ABEPSS/Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social da gestão do biênio 2019/2020 “Resistir e avançar, na ousadia de lutar!”, vem por meio desta, se manifestar contra os ataques do atual desgoverno à educação pública superior no Brasil.

Os ataques à classe trabalhadora tem se dado de forma mais visível e horrível no atual governo, Bolsonaro e seus “aliados” não tem medo de tirar o que é nosso para fortalecer o seus interesses, quando atacam a educação pública com o corte de 30% das verbas de todas as universidades públicas e institutos federais do Brasil, só demonstram o descaso e a negligência do governo com a educação e a pesquisa dos e das estudantes e professores/as brasileiros e brasileiras.

Não é de hoje que o Estado vem fortalecendo a mercantilização e o sucateamento do ensino superior, e esses cortes só irão consolidar cada vez mais esse objetivo e dificulta ainda mais o acesso e permanência da classe trabalhadora, da população negra e pobre em um ensino superior.

O Movimento Estudantil de Serviço Social, defende e luta por uma universidade pública, gratuita, laica e de qualidade, e pelo tripé universitário (ensino, pesquisa e extensão) que tenha uma produção científica que seja a favor do povo, não do capital. Cada luta por essa universidade é muito importante para o nosso objetivo, por isso, devemos mais do que nunca resistir enquanto Executiva e estudantes de Serviço Social que defende com unhas e dentes os direitos da classe trabalhadora, contra esse projeto de educação totalmente conservador e impopular, se posicionar e construir a luta contra esses ataques é afirmar de que lado estamos.

Sendo assim, a ENESSO, convida todas e todos estudantes para participar da LUTA EM DEFESA DA EDUCAÇÃO pública e de qualidade, na Greve Geral da Educação, no dia 15 de Maio!

Estudantes em luta, rumo a Greve Geral!

ENESSO É PRA LUTAR!

%d blogueiros gostam disto: